Flacidez Abdominal – Como Ter a Barriga Durinha Novamente

Amiga!

Sabe aquela barriga durinha, definida, que vemos em revistas?

Parece surreal ter uma daquelas, ainda mais depois de uma gestação, não é mesmo? Mas, e se eu te disser que é possível sim alcançar essa conquista?

Flacidez abdominal
Conquiste a barriga durinha de vez e livre-se da flacidez abdominal!

É claro que isso requer algum esforço, afinal, livrar-se da flacidez abdominal não é um tarefa simples (e também não é impossível).

O abdômen é uma das regiões que mais sofrem com o efeito sanfona e gestações sendo o lugar que mais estica do nosso corpo. Tanto homens quanto mulheres se sentem incomodados com essa flacidez abdominal e cada vez mais procuram soluções rápidas para esse problema.

Sabemos que não existe milagre; o que funciona mesmo é disciplina, atividade física e boa alimentação.  Inclusive, você já deve ter notado que a barriga é uma região muito propensa a acumular gordura, mas saiba que é possível eliminá-la em menos tempo do que você imagina.

Quer saber como? Vem comigo amiga que o artigo de hoje está sensacional!

COMO EVITAR A FLACIDEZ ABDOMINAL?

A OMS nos explica que o tamanho de nossa circunferência abdominal pode interferir em nossa saúde, o excesso de gordura nesse local do corpo pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares, diabetes e pressão alta, além disso, pode colaborar para problemas de coluna.

Inclusive, o tamanho da barriga está diretamente relacionado a casos de infarto e, por essas e outras razões, é tão importante perder peso e manter o abdômen dentro dos padrões.

Homens com circunferência abdominal acima de 102 centímetros e mulheres com circunferência abdominal acima de 88 centímetros, por exemplo, têm muito mais chances de enfartarem ou desenvolverem algum problema cardiovascular.

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DA FLACIDEZ?

Sabendo dos riscos que uma barriguinha mais avantajada pode oferecer a nossa saúde, confira logo abaixo uma lista com as principais causas da flacidez abdominal.

  • Consumo excessivo de gorduras ;
  • Consumo excessivo de açúcar ;
  • Ausência de frutas , legumes  e verduras na alimentação;
  • Variações bruscas de peso;
  • Sedentarismo;
  • Gravidez ;
  • Diminuição da produção de colágeno pelo organismo;
  • Postura incorreta;
  • Genética.

Em geral, a má alimentação e o sedentarismo são, de longe, os maiores contribuintes para que você tenha flacidez, não só nessa região, como em todo o corpo.

Amiga, se você quer ter ter uma barriga mais tonificada e definida, você precisa diminuir o seu percentual de gordura corporal.

Quando a sua barriga está flácida, significa que seus músculos estão cobertos por uma camada de gordura que precisa ser eliminada. E o único meio de diminuir essa taxa de gordura corporal é investindo em uma alimentação balanceada, pobre em gorduras e açúcares, aliada à prática de atividades físicas regulares.

O surgimento da flacidez aponta que suas camadas de pele mudaram de estrutura; a epiderme está mais fina e o número de fibroblastos menor. Estes, são os responsáveis por ajudar na produção de colágeno.

E o efeito é cascata, ou seja, não para por aí!

Com a queda da produção de colágeno, a área recebe menos circulação sanguínea e acaba ficando flácida. É como se a gordura estivesse matando a sua pele, por isso surge a flacidez.

Em paralelo, temos outro vilão terrível: o sol . Dermatologistas informam que os raios ultravioletas danificam as camadas da pele, e com isso, a produção de colágeno se reduz também.

Amiga, após os 30 anos a nossa capacidade de gerar colágeno já cai naturalmente. Não acelere o processo pegando um bronze exagerado no verão, hein?

COMO POSSO TRATAR A FLACIDEZ ABDOMINAL?

Existem tratamentos estéticos que ajudam a minimizar o problema; a radiofrequência é um deles. Este procedimento age na pele através da produção de calor controlado e ajuda a quebrar as células de gordura do corpo. Também estimula o colágeno e a produção de novas fibras de sustentação da pele.

Ele é muito utilizado, principalmente em casos mais severos, e pode promover resultados surpreendentes se combinado a uma boa alimentação e a prática de exercícios.

Há ainda casos onde existe a necessidade de se fazer uma intervenção cirúrgica . Além do caso clássico do efeito sanfona, isso pode ocorrer após gestações ou em situações de cirurgia bariátrica que resultaram em uma perda de peso muito rápida.

Nesses quadros, a pele é considerada morta e é preciso remover o excesso através de cirurgia. No entanto, isso ainda não dispensa a prática de atividades físicas e uma boa alimentação.

Vale lembrar que a flacidez abdominal, muitas vezes vem acompanhada da flacidez muscular, que ocorre justamente porque a pessoa é sedentária.

Outro tratamento estético que vem fazendo sucesso é a corrente russa que estimula as fibras musculares, ajudando a melhorar o tônus e a definição corporal.

Além dos tratamentos estéticos, existem ainda os cremes firmadores. O mercado cosmético oferece uma gama enorme desse tipo de produto, por isso é recomendado consultar um médico antes de começar o tratamento (o mesmo vale para todos os tratamentos citados acima).

Outra forma eficaz de eliminar a flacidez abdominal é a prática de musculação , que favorece o fortalecimento dos músculos e a queima de gordura corporal, além de ajudar na tonificação e contorno do corpo.

Se você não é fã ou adepta da musculação, o pilates pode ser uma ótima alternativa pra você.

COMO A ALIMENTAÇÃO PODE ME AJUDAR?

Essa é uma parte fundamental tanto da prevenção quanto do tratamento da flacidez abdominal.

A questão aqui não é tanto fazer uma dieta e sim manter uma alimentação saudável com escolhas inteligentes e substituições vantajosas para o organismo em geral.

Por exemplo, troque os carboidratos brancos por versões integrais, prefira batata doce e mandioca ao invés da batata comum, prefira filé de frango e peixes à carne vermelha. Tenha um consumo diário de fibras e frutas frescas.

Beba ao menos dois litros de água por dia , a retenção de líquidos é uma inimiga se você quer perder gordura corporal e eliminar a flacidez.

Elimine do seu cardápio o refrigerante e tente evitar ao máximo as bebidas alcoólicas , elas possuem alto índice glicêmico e favorecem o acumulo de tecido adiposo, além de favorecer o surgimento de gordura no fígado.

Abuse das frutas ricas em vitaminas A, E e C como morango , laranja e limão , assim como das oleaginosas e das cenouras . Todos esses alimentos são ricos em radicais livres e ajudam a evitar o envelhecimento precoce pois turbinam a produção de colágeno.

E amiga, é exatamente isso que você precisa para conseguir ter a barriga durinha e em forma novamente!

E OS EXERCÍCIOS FÍSICOS?

Mesmo que você seja odeie academia e realmente não goste de fazer musculação, ou isso está fora do seu orçamento no momento, não há desculpas para não fazer uma caminhada de pelo menos meia hora por dia. É de graça, vai te ajudar muito na sua saúde geral e vai favorecer a perda de gordura no seu corpo.

Na internet, também existem vários exercícios disponíveis e específicos para perder a barriga e deixar ela durinha, assim como aplicativos que auxiliam no processo. O melhor de tudo é que você não precisa nem sair de casa, basta ter foco e disciplina para praticá-los com frequência.

Se você odeia se exercitar e busca resultados mais rápidos para eliminar a flacidez na barriga, não deixe de conhecer o Renova 31 e o Revital!

E não se esqueça amiga, não foque somente em perder e tonificar a barriga, pense no seu corpo como um todo. Se você fizer abdominais e ainda incrementar o seu treino com exercícios para outras partes do corpo, imagine só como o seu corpo vai ficar mais equilibrado e escultural .

Agora que você já conhece todas essas dicas, bora colocar em prática e ficar com aquela barriguinha zero?

Não esquece de comentar aqui comigo como está indo o seu progresso. E se tiver alguma dúvida, pode contar comigo também, viu?

Beijos e até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *