Colageno vegano ou colageno vegetal existe?

Beleza, Pele, Saúde | Atualizado em 02 abril 2020

Colageno vegano existe? É uma opção? Também chamado de colageno vegetal, essa opção existe sim.

Além de aprender como produzir colágeno em seu corpo, veja nesse artigo também marcas veganas desse suplemento.

Se você já sabe que colágeno é um proteína e que sua suplementação provém, em geral, de cartilagem bovina e suína, já entendeu o ponto em debate. Como os veganos podem suplementar colageno?

As pessoas que escolhem pela dieta vegana também têm a possibilidade de consumir colágeno vegano extra para pele, cabelos e articulações.

Mas será que existe colágeno vegano? Descubra neste texto e entenda como o organismo humano produz colageno e com quais nutrientes. E como isso se aplica a dieta vegana.

colageno-vegano

Colageno vegano

Há a possibilidade de estimular a produção natural de colágeno no organismo sem precisar ingerir o suplemento. 

Segundo a nutricionista Carolina Favaron, para isso é preciso ter o consumo adequado de proteínas, principalmente no caso da dieta vegetariana ou vegana

É comum a ideia de que veganos e vegetarianos não consomem as necessidades adequadas de proteína. Mas isso é um grande mito. 

A forma como vemos a comida contribui para essa ideia equivocada. Você sabia que 100 gramas de feijão tem mais proteínas que um bife? Veja:

colageno-vegano

A nutricionista Favaron ainda explica que é importante fornecer através da alimentação todos os nutrientes necessários para a formação de colágeno.

Além disso devemos incluir alimentos antioxidantes para a prevenção do envelhecimento precoce. 

No caso de veganos e vegetarianos que desejam fazer a suplementação de colágeno vegetal, é possível fazer uma formulação manipulada de alguns aminoácidos importantes para a síntese dessa proteína.

E como é de costume de quem é vegano, verificar a origem junto à farmácia escolhida para manipulação, se é livre de sofrimento animal.

Por que estimular a produção de colágeno?

Se o nosso lindo  e sábio corpo é capaz de produzir colágeno naturalmente, por que e quando devemos suplementar com colágeno de origem animal ou com seus precursores e cofatores? 

Estresse, poluição, exposição excessiva ao sol, fumo e o consumo de alimentos industrializados promovem o envelhecimento precoce da pele e a perda de colágeno.

A falta de colágeno na pele causa rugas e linhas de expressão, ossos frágeis, além de unhas e cabelos quebradiços. 

Proteção da pele

A síntese de colágeno varia ao longo da vida e a proporção entre os tipos de colágeno na pele também muda conforme a idade.

Em média, até os 30 anos de idade, a pele é composta de 80% colágeno tipo I e 15% colágeno tipo III. 

Como o corpo para de produzir colágeno a partir dos 25 anos, a capacidade de reabastecer essa proteína diminui naturalmente em cerca de 1,5% ao ano e as fibras de colágeno tornam-se mais espessas e curtas, resultando em perda de colágeno tipo I. 

colageno-vegano

Saúde das articulações

A cartilagem da extremidade dos ossos é composta por, aproximadamente, 60% de colágeno tipo II. 

Por muitas razões como inflamação crônica, sobrepeso ou obesidade, envelhecimento natural, exercícios de impacto, fraqueza muscular, as articulações se desgastam podendo gerar um processo de dor e  inflamação. 

Vamos entender melhor como funciona o colágeno em nosso corpo e no final ver receitas veganas para garantir essa proteína!

Colageno Hidrolisado Vegano

Existe ainda a possibilidade comprar suplementação de colágeno hidrolisado vegano, também chamado de colageno vegetal.

São cápsulas que ao invés de trazer a proteína animal em seu interior, contam com os ingredientes de origem vegetal necessários para estimular a produção de colágeno pelo próprio corpo.

As principais marcas são:

Vegan Pro-Collagen

Clique no kit que você quer para aproveitar a oferta:

colageno-vegano
colageno-vegano

Siliciee – Gerador avançado das proteínas da beleza

Clique na imagem para aproveitar a oferta.

colageno-vegano

O que é Colágeno?

Afinal, da onde vem o colágeno? Ele é uma proteína composta por três cadeias de aminoácidos, formando o que chamamos de hélice tripla. 

Várias triplas hélices de colágeno formam uma fibrila. Muitas fibrilas  formam uma fibra de colágeno.

Essas fibras estão agora mesmo no sua pele, sustentando tudo, como os ferros sustentam uma parede por dentro.

As fibrilas presentes na pele são formadas principalmente por colágeno tipo I (85%) e tipo III (15%). Enfim, juntando tudo, o colágeno representa aproximadamente 35% do total de proteínas do corpo humano. 

É classificado em 28 tipos, sendo que quatro são os mais conhecidos. Resumidamente:

  • O tipo I é o mais abundante. Encontra-se na pele, tendões, ossos e dentes. Tem forma de fibras grossas e é o mais resistente a tensões.
  • O colágeno tipo II é encontrado nas cartilagens e suas moléculas se ligam às moléculas de água. Funciona como um repositor de cartilagem ou uma esponja, quando pressionado a água sai, e depois volta ao normal quando a pressão cessa. Ou se preferir, é uma mola, que por exemplo, permite ao joelho aguentar o peso do corpo. 
  • O colágeno tipo III é encontrado nas artérias, no intestino, no útero e em órgãos como o fígado, o baço e os rins. As fibras deste tipo têm mais elasticidade, por isso estão em órgãos de forma variável.

Como produzir colageno?

A síntese do colágeno não é responsabilidade de um órgão só. Ele é produzido principalmente pelas células da pele, dos músculo e no sangue.

Essas diferentes partes do organismo são capazes de gerar 28 variações de colágeno úteis para diversos processos no corpo. 

Porém, seja lá qual célula for que produzirá o colágeno, ela precisa de materiais. 

Esses materiais são específicos e têm uma quantidade certa também. Sem os aminoácidos glicina, prolina e lisina e cofatores como vitaminas e minerais não há corpo que produza colágeno. É necessário também outros aminoácidos auxiliares, a treonina e a arginina.

A partir desses ingredientes, o seu sábio organismo vai identificar suas carências nutricionais e  produzir o tipo necessário de colágeno para você.

Outros componentes também são necessários: 

Ácido hialurônico

Ácido ortosilícico

Vitamina C

Vitamina A (betacaroteno)

Vitamina B7 (biotina)

Vitamina E (tocoferóis) 

Zinco

Cobre 

Para saber como cada elemento desses estimula a produção de colágeno e também saber mais sobre como o corpo produz essa proteína maravilhosa leia esse artigo: O Guia Completo do Colágeno.

colageno-vegano

Quais alimentos possuem colageno?

Todos esses nutrientes necessários para a produção do colágeno podem ser consumidos na alimentação. 

Para garantir os aminoácidos, podemos consumir lentilha (glicina), soja (lisina) e nozes (prolina, arginina e treonina). 

Laranja e acerola para vitamina C, manga fornece vitamina A, abacate prove vitamina E e as amêndoas fornecem vitamina B7 (biotina). Ótimas fontes de minerais são a castanha-de-caju (zinco) e o espinafre (cobre).

Veja essas dicas de alimentos ricos em proteína para saber como aumentar a produção de colageno no organismo.

A vida corrida é uma realidade e nem sempre nossa alimentação é rica em nutrientes como deveria.

É aí que a suplementação entra. Produtos bem formulados fornecem ao corpo as quantidades necessárias desses ingredientes, para que ele tenha como produzir colageno do tipo necessário. 

Existem também suplementos pró-colágeno que contêm carotenoides (antioxidante, anti-inflamatório e estimulante da produção de melanina), como o chá verde (antioxidante) e o ácido ortosilícico (formação estrutural da pele).

Afinal, como estimular a produção de colágeno?

Para absorver e garantir que haverá formação de colágeno a partir dos alimentos ingeridos, sem contar com a suplementação, é necessário:

  • Ingestão adequado de proteínas, que pode ser 1g/kg até 1.5g/kg de peso. Por causa dessa variação é importante o acompanhamento com nutricionista para não ingerir nada em excesso.
  • Bom funcionamento intestinal, para que os nutrientes sejam bem absorvidos pelo organismo.
  • Aporte diário adequado de vitamina C, silício, betacaroteno, tiamina e manganês.
  • Avaliação de carência nutricional de outras vitaminas, minerais, proteínas e aminoácidos isolados.

Com uma alimentação balanceada, é possível atingir as quantidades necessárias de forma tranquila, como por exemplo, incluir grãos nas principais refeições; castanhas, tofu, sementes e cereais no desjejum e lanches.

Receitas que ajudam na formação de colageno vegano

Shake de frutas

Ingredientes:

– 1 laranja

– 3 morangos (orgânicos, de preferência)

– 1/2 cenoura

– 1 colher de sopa de tofu (orgânico, de preferência)

– 1 colher de sopa de chia

Modo de preparo:

– Bata todos os ingredientes.

Bowl de frutas

Ingredientes:

– 150 ml de leite de semente de girassol

– 1 banana congelada

-1/ 2 colher de sopa de cacau em pó 100%

– 1/2 colher de sopa de chia

– 1 tâmara

Modo de fazer:

– Bata todos os ingredientes.

Shake de manga

Ingredientes:

– 1/4 de manga

– 1 colher do tipo concha de proteína vegetal de ervilha ou quinoa

– 1 colher de sopa de tofu (orgânico, de preferência)

– 1 colher de sopa de chia

– Uma pitada de cúrcuma

Como fazer:

– Bata todos os ingredientes.

Receitas: Vanessa Menck (nutricionista especializada em alimentação vegetariana e vegana).

Com todas essas dicas seu corpo irá produzir seu próprio colageno hidrolisado vegano. Pois foi você que fez com seu organismo, sem envolver sofrimento animal. 

Achou bacana? Comenta aqui se você toma colágeno de origem animal ou faz a suplementação vegana. Quero saber!

O que é colágeno vegetal?

Se você já sabe que colágeno é um proteína e que sua suplementação provém, em geral, de cartilagem bovina e suína, já entendeu o ponto em debate. Como os veganos podem suplementar colageno?

O que pode substituir o colágeno?

Para absorver e garantir que haverá formação de colágeno a partir dos alimentos ingeridos, sem contar com a suplementação, é necessário…

Para que serve o colageno vegetal?

No caso de veganos e vegetarianos que desejam fazer a suplementação de colágeno vegetal, é possível fazer uma formulação manipulada de alguns aminoácidos importantes para a síntese dessa proteína.

Para que serve o colágeno tipo 3?

A síntese de colágeno varia ao longo da vida e a proporção entre os tipos de colágeno na pele também muda conforme a idade.
Em média, até os 30 anos de idade, a pele é composta de 80% colágeno tipo I e 15% colágeno tipo III.