Hipertireoidismo: Sintomas, Tratamento, Tem Cura? Leia aqui

Hipertireoidismo: Sintomas, Tratamento, Tem Cura? Leia aqui
5 (100%) 1 vote

Nesse artigo você vai encontrar todas as informações sobre o hipertireoidismo, quais são as opções de tratamento e se essa condição tem cura.

Se você anda cansada, com dor nos olhos, sentindo muita fome e apresentou perda de peso repentina, você pode estar com hipertireoidismo.

Isso significa que a sua glândula tireoide está produzindo hormônio em excesso e desregulando diversas funções do organismo.

hipertireoidismo

Hipertireoidismo: causas, sintomas e tratamentos

Geralmente a condição não é grave e atinge muito mais as mulheres do que os homens. No entanto, deve ser tratada e acompanhada por um médico especialista para evitar possíveis complicações.

No artigo de hoje, vou explicar para você o que é a glândula tireoide, por que ela é tão importante para a nossa saúde e quais são os sintomas que podem te alertar sobre algo errado estar acontecendo.

Vou falar também sobre as opções de tratamento para o hipertireoidismo, se o problema tem cura e o que podemos fazer, em alguns casos, para diminuir as chances de desenvolver a doença. Vamos juntas?

PARA QUE SERVE A GLÂNDULA TIREOIDE?

A glândula tireoide, um órgão do sistema endócrino, é responsável por produzir, armazenar e liberar os hormônios tireoideanos T3 e T4 na corrente sanguínea.

Esses hormônios são essenciais para o bom funcionamento de praticamente todos os órgãos, controlando nosso metabolismo e o equilíbrio entre os sistemas do corpo.

Para você ter uma ideia, nossos batimentos cardíacos, temperatura corporal, memória e humor são algumas das funções que dependem desses hormônios para funcionar corretamente.

A falta desses hormônios causa o hipotireoidismo e o excesso desencadeia o hipertireoidismo, sobre o qual vou te contar um pouco mais.

O QUE PODE CAUSAR O HIPERTIREOIDISMO?

Como dito acima, é o excesso de hormônios produzidos pela glândula tireoide que causa o hipertireoidismo. Mas o que faz com que a produção de hormônios fique desregulada?

Veja abaixo alguns motivos:

  • Ingestão excessiva de iodo: O iodo é um mineral essencial para o bom funcionamento do organismo, mas quando consumido em excesso, pode causar distúrbios na tireoide;

Os principais alimentos ricos em iodo são frutos do mar, sal iodado e leite. Então, caso você seja diagnosticada com o problema, tente equilibrar o consumo desses alimentos.

  • Inflamação da tireoide (tireoidite): Inflamação do órgão e que pode ocorrer por diversos motivos. Entre eles estão: infecções virais, pós parto ou doença autoimune que vai destruindo o tecido tireoidiano;
  • Doença de Graves: Essa doença é a principal responsável pela maioria dos casos de hipertireoidismo. É uma doença autoimune e que tem maior incidência entre as mulheres de meia idade.

Ocorre quando as células de defesa do nosso corpo atacam e destroem os tecidos da tireoide, desregulando a produção dos hormônios.

SINTOMAS DE HIPERTIREOIDISMO

Quando a tireoide passa a produzir hormônios de forma excessiva, podemos perceber que algo está errado devido aos sintomas que começamos a sentir.

São bastante comuns:

  • Insônia ou dificuldade para pegar no sono;
  • Nervosismo, irritação ou hiperatividade;
  • Intolerância ao calor e sudorese excessiva;
  • Batimentos cardíacos acelerados;
  • Perda de peso repentina devido à queima de músculos e proteínas;
  • Tremores;
  • Dor nos olhos ao movimentá-los;
  • Queda de cabelo;
  • Fraqueza muscular;
  • Glândula tireoide visivelmente aumentada ou nódulos na região;

Caso você esteja sentindo alguns desses sintomas, procure um médico clínico geral ou endocrinologista para que ele possa realizar os devidos exames e fazer um diagnóstico.

TRATAMENTOS

No hipertireoidismo, o tratamento pode incluir alguns tipos de medicamentos, iodo radioativo ou cirurgia, em casos mais raros. Tudo depende das características e causas da doença.

Veja com mais detalhes como cada tratamento age sobre o problema:

Ambos os medicamentos controlam a produção excessiva dos hormônios, mas podem não curar o hipertireoidismo.

  • Iodo radioativo: Esse é um dos tratamentos que pode acabar com o problema, mas geralmente destrói completamente a glândula.

Por esse motivo, ao escolher esse tratamento você deve estar ciente de que, provavelmente, precisará fazer reposição do hormônio tireoideano para o resto de sua vida para manter os níveis hormonais normais.

  • A remoção cirúrgica da tireoide (tireoidectomia) é uma solução permanente e que pode causar danos à glândula e aos nervos da laringe (cordas vocais).

Por ser um pouco mais arriscada, a cirurgia geralmente só é indicada quando os medicamentos antitireoidianos ou a terapia com iodo radioativo não são apropriados. Além disso, caso sejam encontrados nódulos volumosos na região o médico também pode optar pela remoção cirúrgica.

MAS AFINAL, O HIPERTIREOIDISMO TEM CURA?

Sim, em alguns casos a doença tem cura!

Se a causa da doença for excesso de iodo na alimentação, basta equilibrar o consumo para que a produção de hormônio volte ao normal.

Em casos em que a tireoide está inflamada (tireoidite), após o tratamento da inflamação o funcionamento da glândula também se normaliza.

A remoção cirúrgica de nódulos presentes na região tem alta eficácia, no entanto, pode haver reincidência em alguns casos.

Nos casos em que o hipertireoidismo é causado pela Doença de Graves não há cura, pois se trata de uma doença autoimune que precisa de acompanhamento constante.

POSSO FAZER ALGUMA COISA PARA EVITAR O HIPERTIREOIDISMO?

Sim, é possível adotarmos algumas atitudes para diminuir as chances de desenvolver a doença em alguns casos.

A ação mais eficaz é controlar a ingestão de iodo presente, principalmente, no sal que passou a ser iodado obrigatoriamente.

Evitar os plásticos que contenham bisfenois também pode nos ajudar a prevenir a doença. Pesquisas indicam que esses plásticos contém substâncias semelhantes a alguns hormônios, entre eles o da tireoide.

Quando utilizamos utensílios que contém esse tipo de plástico estamos ingerindo essas substâncias que agem como hormônios, desregulando o nosso organismo e causando doenças.

CONCLUSÃO

Chegamos ao fim de mais um post e espero que as informações que eu trouxe ajudem você a compreender um pouco mais sobre o hipertireoidismo.

Como vimos, essa doença pode ser causada por diversos motivos e tem sintomas bastante característicos. Seu diagnóstico é feito através de alguns exames que podem ser solicitados por um médico clínico geral ou endocrinologista.

Na maioria dos casos essa condição tem cura e, sob tratamento, você pode viver normalmente, sem nenhum prejuízo ao seu estilo de vida. Inclusive, é possível tomarmos algumas atitudes visando a prevenção da doença.

Compartilhe a sua experiência com a gente deixando um comentário.

Até a próxima, amiga!

Leave a Reply